sexta-feira, 21 de maio de 2010

Gene, meme, teme ou o quê?

Ainda pensando nessa primeira célula bacteriana sintética que se auto replica do Craig Venter... É um gene, um meme, um teme ou o quê?

Gene é o nosso, de nossas células, trivial. Meme, termo que o biólogo britânico Richard Dawkins cunhou, é uma unidade de informação que é mimetizada e replicada, uma espécie de gene cultural. Teme, um derivativo do meme, é um termo que está surgindo para designar unidade de informação e conhecimento tecnológicos que é copiada e se reproduz. Memes e temes usam-nos como veículo para proliferarem.

Mas isso agora, o que será? É um organismo vivo, auto-replicante, mas seu genoma é artificial. Na verdade, um robô vivo. Será então um "geteme"?

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Admirável mundo novo

Nesses últimos três anos, uns dos temas que mais têm me chamado a atenção são aqueles relacionados a um "admirável mundo novo" que já não é coisa que lemos nos livros de Aldous Huxley, nem matéria de ficção científica, muito menos são meras idéias para o futuro. O futuro chegou, é o presente e segue sendo admirável.

Acabo de assistir no Jornal Nacional, o anúncio por Craig Venter, geneticista americano responsável em 2001 pelo sequenciamento do genoma humano, sobre a criação de microorgaanismos artificiais por sua equipe. Umas das funções almejadas para tais bactérias com genoma sintético é, por exemplo, a produção de substâncias que sirvam como biocombustíveis e outras que possam sequestrar CO2 da atmosfera.


Colônias da bactéria Mycoplasma Mycoides transformada. Foto: J. Craig Venter Institute


Fantástico! Mas também é um alerta para nós, brasileiros, para que não nos deitemos no berço esplêndido do etanol. A vantagem comparativa que temos hoje está nos dando uma janela de oportunidade para investirmos em inovação e tecnologia e nos prepararmos para um futuro onde as soluções serão outras.

Quem quiser saber um pouco mais, pode assistir a esse vídeo (15'51") de palestra do Craig Venter no TED 2008 sobre esse assunto. Além de ser um expoente da genética, ele tem a capacidade de traduzir em miúdos, um assunto para deixar qualquer um de queixo caído!